12.2.13

Gestão Educacional: DIREÇÃO, COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO - N2

1. O Projeto Político Pedagógico é um importante instrumento para a gestão da autonomia da escola. Sobre ele podemos dizer que


- a sua construção deve articular os partícipes da realidade escolar: corpo docente e corpo discente.

- pode provocar dois tipos de problema: a fragmentação do trabalho pedagógico e o aumento da rotina de tarefas improdutivas.

- não é necessário que os atores institucionais pensem, com base na própria realidade, sobre a singularidade que caracteriza a autonomia.

- é compreendido como o plano global da instituição ou o projeto educativo, ou seja, um instrumento teórico-metodológico.



2. Observe abaixo:

"Escámez e Gil, ao falarem do ?protagonismo? na Educação, desenvolvem um belo estudo sobre autonomia e responsabilidade docente. Ele se aplica perfeitamente aos estudos sobre a formação gestora para a escola, e fala da aquisição de três grupos de capacidades, nos âmbitos cognitivo, avaliativo/afetivo e comportamental."

(ESCÁMEZ, Juan; GIL, Ramón. O Protagonismo na Educação. Porto Alegre: Artmed, 2003.)



A melhor definição do âmbito cognitivo das competências gestoras é (são)

- a capacidade de construir lugares de compartilhamento e reflexão coletiva com os demais professores, apontando sempre para uma "autoformação participada e contínua".

- capacidades de autonomia ou domínio sobre si mesmo, de resistência a pressões internas e externas à escola, de assumir as consequências das próprias decisões, de valorizar e comprometer-se com a tarefa de construir um mundo melhor.

- a capacidade de realizar, na comunidade concreta em que se vive, as ações pretendidas; de articular eficazmente os meios disponíveis com as metas pretendidas.

- capacidades de deliberação; de avaliar as próprias ações, atentando às circunstâncias em que foram produzidas; de analisar as ações como expressão de valores; de compreender que as ações repercutem sobre o mundo e sobre os outros, afetando o futuro.



3. Observe:

A mudança institucional que requer do gestor escolar competências técnicas organizativas, pessoais (sensibilidade, ponderação, equilíbrio emocional, sabedoria, intuição), sociais, conceituais e holísticas é aquela que ocorre

- nos processos desenvolvidos no interior da instituição.

- nas relações institucionais.

- na identidade da instituição escolar.

- nos recursos da instituição.

4. Observe:

responsabilidade pela implementação do Projeto Político Pedagógico da escola, pela consecução dos aspectos pedagógicos da missão institucional e pela realização das decisões de cunho pedagógico, tomadas pelo conselho da escola, compete

- aos professores da escola.

- ao gestor escolar.

- à Secretaria de Educação do estado ou do município.

- à equipe técnico-pedagógica da escola.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário